Buscar
  • Gabriela Paes

Alinhamentos na prática de yoga

Durante a prática de asanas, vários alinhamentos são aplicados em cada postura de modo que as ações corretas e os efeitos terapêuticos possam ser sentidos, além é claro, de evitar lesões. É interessante também cultivar presença de modo que espírito e mente estejam alinhados no momento da prática com aquilo que costumamos chamar de Sankalpa, a intenção que colocamos na prática. A Sankalpa é sobre experimentar no aqui e agora algo que nós entendemos ser necessário como paz, paciência, amor próprio, autorrespeito... e, dessa forma, colocar em cada movimento, cada respiração e cada pensamento um significado. Sem deixar de permitir que a prática nos surpreenda, mantendo o peito aberto para receber aquilo que nos é apresentado a fim de que possamos evoluir nessa jornada espiritual.

O Anusara Yoga propõe alinhamentos fundamentais que devem ser praticados em todos os asanas apenas se diferenciando nos detalhes específicos de ajustes físicos, os quais os professores de yoga demonstram e falam durante a prática.


Costumo dizer que o alinhamento só é possível quando estamos conscientes, vivendo o aqui e agora. Porque é necessário identificar os desajustes antes de alinhar, ou seja, sem atenção, passa despercebido. Quando praticamos com um professor conduzindo, ele está nos lembrando constantemente dos ajustes, mas e na nossa vida fora do tapete? Quantas vezes somos capazes de identificar o que nos afasta do nosso centro, da nossa essência e de viver o nosso propósito? O que acontece muitas vezes é que vivemos de forma automática e deixamos de nos auto-observar, quando damos conta já é necessário fazer o caminho de volta às nossas raízes. E está tudo bem com isso! Todos nós em algum momento nos sentimos perdidos e desconectados, um dos benefícios do yoga é justamente esse: desenvolver autoconhecimento por meio da auto-observação e dessa forma sermos capazes de agir a partir de um lugar mais elevado e consciente.

Mais importante do que entender o yoga, é sentir o yoga no corpo, na mente, no espírito! Cada postura busca proporcionar um tipo de experiência e benefícios terapêuticos, existem mil variações e adaptações que podem nos confundir. Uma professora de yoga que admiro muito (@kat.kirioyoga) trouxe uma clareza importante sobre alinhamentos, não é necessariamente uma discussão de 'como' fazer um asanas, mas por quê. O que existe por trás do asana que merece nossa atenção e foco? E a partir daí alinhar o corpo físico.

Na faculdade de Educação Física, estou tendo a oportunidade de estudar mais sobre anatomia e ainda que exista um "modelo padrão" para o estudo didático dos aspectos do corpo humano, existem variações anatômicas que devem ser levadas em consideração. Cada corpo é único e é super importante sabermos reconhecer nossos limites e trabalhar da melhor forma com eles! É muito comum observarmos resistências às adaptações, mas elas nos permitem sentir a postura no corpo ainda que não a façamos por completo! Isso é maravilhoso. Não é sobre o começo ou o final, é sobre a jornada! Sobre o quanto conseguimos nos superar em busca da melhor versão de nós mesmos.

Os ajustes também são formas de reeducar o corpo! Muitas pessoas vivem sentadas ou em posições que com o tempo ocasionam vários problemas tanto posturais, como limitações de movimento... além do fator somático, aspectos emocionais não curados refletem nosso corpo! Alguns dos benefícios dos asanas são: corrigir o alinhamento, fornecer a direção sobre a energia de uma postura, intensificar a postura, auxiliar na estabilização, facilitação ou aprofundamento do asana, levar consciência para uma parte inconsciente do corpo, oferecer sensação de apoio... (do curso sobre ajustes que eu fiz com a @mayoguini). É importante entender que por meio dos ajustes nós acessamos um lugar sagrado, o templo de outra pessoa e isso deve ser feito de uma forma muito cuidadosa. São vários casos de abusos relatados por alunos em relação a professores de yoga, logo é extremamente importante perceber se ocorrer (espero que nunca!) e não tolerar esse tipo de atitude. Essa relação professor-aluno precisa ser pautada na confiança, o aluno precisa expor suas vulnerabilidade, suas limitações sem vergonha, pois ninguém conhece nosso corpo melhor do que nós mesmos! Conversar sobre os desconfortos, sobre as dificuldades... eu falo que o yoga tem que ser um espaço de acolhimento, onde a gente deixa para trás nossas máscaras e fica diante do nosso real Eu. E não deve ser algo intimidador, que a gente saia se sentindo mal!

As aulas presenciais são incríveis por proporcionarem tantas trocas maravilhosas! Mas esse período de quarentena está me dando a oportunidade de desenvolver outra habilidade que é ajustar apenas verbalmente, é uma tarefa nem sempre tão fácil, às vezes é mais fácil ir lá e tocar! Só que à distância é impossível. Sempre busco entender o que cada momento e desafio me ensina, de peito aberto! No instagram tem bastante conteúdo de posturas e seus alinhamentos (clicando nas imagens dessa publicação vocês vão direto para lá).


"Não existe nada nesse Universo que não esteja contido no corpo humano. Tudo o que está aqui, está em toda parte; o que não está aqui, não está em nenhuma parte"




Bjo. Gabi.





#anusarayoga #alinhamentosdoyoga #posturasdeyoga #professordeyoga #yogasp #yogabrasil #inboundyoga

© 2023 por Tipo Diva Blog | Orgulhosamente criado com Wix.com