Hatha Yoga: ser flexível, não volúvel

A ideia central dessa aula foi experimentar flexibilidade sem com isso deixar de respeitar os limites do corpo, reconhecendo e estabelecendo com honestidade até que ponto podemos ir. A flexibilidade é o contrário da rigidez que nos paralisa e nos afasta da nossa espontaneidade! Ser flexível é saber se adaptar como a água que toma o formato dos recipientes em que ela está mas sem perder sua essência de água. Ser flexível é não lutar contra os acontecimentos entendendo que a única coisa que podemos controlar é como agimos diante das situações. É saber fluir com a vida! Flexibilidade é mais do que uma postura física, é uma atitude mental que escolhemos conscientemente manifestar para tornar a vida mais leve e menos dura. Para sermos flexíveis precisamos primeiro saber que é possível, que existe um outro jeito, que não precisa ser como sempre foi, que nada é fixo e permanente. A mudança é inerente à flexibilidade. Saber fluir, é saber mudar de direção e ficar em paz com sua escolha. Quanto mais conhecemos por meio da experiência ou do estudo, mais ampliamos nossa consciência sobre as possibilidades e assim podemos escolher. Sem conhecimento do que é possível, imaginamos que seria impossível e nos fechamos dentro daquilo que é familiar e seguro para nós. Com isso nos tornamos cada vez mais rígidos e indisponíveis para conhecer o novo e o diferente. Nos fechamos no nosso mundo e não desenvolvemos flexibilidade nos diversos aspectos da nossa vida, principalmente na nossa relação com a gente mesmo. Sejamos flexíveis, não volúveis! Saibamos nos adaptar sem perder nossa essência!